Energia Solar

Energia solar e verão

By 5 de fevereiro de 2020 fevereiro 7th, 2020 No Comments

Energia solar e verão: Uma combinação perfeita

No verão, é natural o aumento no consumo de energia: o abre e fecha das geladeiras se torna mais frequente e o uso de ar-condicionado ou ventilador vira rotina. Tudo isso tem impacto direto no valor das contas.

É comum levar um susto com o valor da conta de luz nesta época. Para não extrapolar na conta de energia e continuar usufruindo do conforto de ambientes frescos no calor intenso, uma boa alternativa é o uso da energia solar.

A redução significativa na conta de luz acontece o ano inteiro, mas o verão oferece mais algumas vantagens para a energia solar. Confira quais são elas:

Dias mais longos no verão

Os sistemas de energia solar convertem a radiação solar (luz) em energia elétrica. Quanto mais tempo ficam expostos ao sol, maior a produção de energia.

No verão, como os dias têm maior duração, a quantidade de energia produzida acaba sendo maior e pode até́ ser maior do que a quantidade consumida. Nesse caso, a ANEEL permite que o consumidor acumule créditos para uso futuro do excedente gerado. Entenda como funciona o sistema de créditos aqui.

Painéis sujos e as chuvas de verão

A chuva colabora bastante com a limpeza dos painéis solares, uma vez que, a sujeira pode diminuir a eficiência dos sistemas fotovoltaicos.

Como costuma chover mais no verão, quem tem energia solar conta com a vantagem de ficar com as placas mais limpas e ter um melhor desempenho do sistema.

Bandeiras tarifárias

Mesmo produzindo mais energia, nem sempre é possível zerar a quantidade consumida. O verão ainda oferece outra vantagem, uma vez que nesta época as bandeiras tarifárias costumam ser mais baixas.

Como a energia elétrica no Brasil é gerada, predominantemente, por usinas hidrelétricas e para funcionar, essas usinas dependem das chuvas e do nível de água nos reservatórios, acaba que no verão, com o aumento das chuvas, as bandeiras transitam entre o verde e o amarelo.

Uma informação importante: O calor não favorece a produção de energia. O fator primordial para a produção, na verdade, é a luz do sol. O superaquecimento pode inclusive prejudicar a performance das placas e do sistema. Por isso, é fundamental ter um projeto bem dimensionado com equipamentos adequados para a região. No Rio de Janeiro, por exemplo, é fundamental que os painéis devem estar preparados para aguentar as temperaturas de 40 graus.

Se você ainda não aderiu a energia solar, aproveite a melhor época do ano para obter ainda mais vantagens! Ao fazer uso da energia solar, você ganha autonomia, sustentabilidade, valorização do imóvel e economia no bolso. Converse com um dos profissionais da Solaron.

Leave a Reply