Energia Solar

Os sistemas de energia solar e o aumento do preço da energia pós-Covid-19

By 15 de maio de 2020 No Comments
prédio comercial com energia solar

Aumento do preço da Energia pós-Covid-19 e os Sistemas de Energia Solar 

 

Os impactos da crise provocada pelo novo corona vírus trarão consequências não apenas para a saúde das pessoas, mas também para a economia do país. O governo estuda um empréstimo bilionário para cobrir as despesas associadas ao setor elétrico e mitigar os efeitos da covid-19. O empréstimo é cotado para ser algo em torno R$ 15 bilhões a R$ 20 bilhões, e segundo especialistas, pode provocar um aumento expressivo na conta de energia elétrica para os próximos anos.

Dentre os planos do governo para mitigar os efeitos desta crise no setor elétrico, está a medida provisória 950, que dispõe de forma temporária e emergencial medidas de enfrentamento do estado de calamidade pública com ações que permitem o desconto de 100% da tarifa social de energia elétrica, para consumidores enquadrados na subclasse residencial baixa renda, com parcela do consumo de energia elétrica inferior ou igual a 220 kWh/mês.

A medida também prevê a possibilidade de financiamento para as distribuidoras com base na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), provendo recursos exclusivamente por meio de encargos tarifários e permitindo a amortização de operações financeiras vinculadas a medidas de enfrentamento dos impactos da crise ao setor elétrico.

Os impactos do coronavirus no setor de energia

O intenso crescimento das fontes renováveis de energia ao longo dos últimos 20 anos, está em risco com esta crise. Com o crescimento do número de casos da doença em todo o mundo, fica difícil prever o cenário econômico mundial para os próximos meses e seu real impacto em todos os setores, o que acaba por reduzir investimentos na implantação de novas usinas e estudos de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias para o setor de energias renováveis. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a tarifa de energia tem sofrido um aumento acima da inflação, representando um aumento de 230% nos últimos 18 anos, enquanto a inflação teve uma elevação de 189% no mesmo período.

Diversos motivos causam essa diferença, tais como perdas técnicas e não técnicas, subsídios para o setor rural e incentivos aos consumidores de grande porte que compram energia diretamente de fontes incentivadas (solar, eólicas e pequenas centrais hidrelétricas). Além disso, variações nos custos com geração de energia, determinados pela intensa sensibilidade do Custo Marginal de Operação (CMO) devido a característica predominantemente hídrica da matriz energética brasileira, também possuem um importante papel nessas oscilações tarifárias.

Energia solar residencial

Entretanto, para o consumidor residencial, adquirir um sistema de energia solar fotovoltaica neste momento pode representar elemento de imunidade a intensa inflação tarifária que nos espera nos próximos meses ou anos.

Com a produção de energia elétrica através de geradores fotovoltaicos, é possível reduzir sua conta de energia em até 95%. Visto que os sistemas fotovoltaicos possuem vida útil de pelo menos 25 anos, adquirir um sistema como este representa uma solução a longo prazo para se livrar das variações associadas ao custo da energia elétrica no Brasil.

A produção de energia solar fotovoltaica traz consigo diversas vantagens, tais como:
– Aumento de sustentabilidade
– Redução da emissão de combustíveis fosseis na atmosfera
– Valorização do Imóvel
– Economia financeira a longo prazo e proporcional ao aumento da energia elétrica
– Redução do risco de escassez energética através do aumento da oferta de energia

Linhas de financiamento para energia solar

Existem diversas linhas de financiamento disponíveis a implementação de sistemas fotovoltaicos residenciais, onde é possível se utilizar a economia adquirida para pagar o financiamento, não onerando o consumidor além do que ele já pagava antes de ter as vantagens de um sistema fotovoltaicos, com o beneficio da redução significativa dos custos após o termino do tempo de financiamento.

Tudo isso coloca o setor solar fotovoltaico em excelentes vantagens frente a outras fontes renováveis de geração de energia, e garante a manutenção de sua expansão mesmo em momentos de crise como este, sendo um bom investimento no combate aos impactos do Corona Vírus na economia.

 

Raphael Perci
Professor
SolarOn Treinamentos

Leave a Reply