Energia Solar

É possível gerar energia solar em apartamento?

By 7 de abril de 2020 abril 28th, 2020 No Comments

Energia solar em apartamento. Como isso é possível?

Você conhece os benefícios da geração de energia solar e ficou interessado em investir nessa ideia? Ah, mas você mora em apartamento e não possui telhado ou espaço para a instalação do sistema?

Fique tranquilo! Esse detalhe que impedia a geração da sua própria energia elétrica foi solucionado pela Resolução Normativa 687 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que criou três modalidades para geração fotovoltaica, em 2015.

Com o sistema de compensação de energia elétrica e os créditos energéticos, quem não tem espaço passou a ter a oportunidade de gerar energia de forma remota ou compartilhada. Fantástico, não é mesmo? Afinal, agora você também pode economizar até 95% de sua fatura de luz. Quer saber mais sobre o assunto? Fique com a gente nesse Blog.

Empreendimento com múltiplas unidades consumidoras

Você já ouviu falar em empreendimentos com múltiplas unidades consumidoras? Vamos explicar. Formados por condomínios residenciais ou prediais, eles permitem a união de consumidores para instalar um micro ou minigerador central e, com isso, compartilhar energia gerada.

Além de compartilhar a energia e reduzir sua conta de luz, é possível utilizá-la para alimentar as áreas de uso coletivo. A administração do condomínio ou o proprietário do empreendimento fica responsável pelo sistema e, cada residência, juntamente com sua área comum, forma uma unidade consumidora.

Importante destacar que não é permitida a utilização de vias públicas, de passagem aérea ou subterrânea e de propriedades de terceiros que não fazem parte do empreendimento.

As unidades consumidoras também devem estar localizadas em uma mesma propriedade ou em áreas próximas ao condomínio.

Confira um exemplo:

Você mora em um apartamento e buscou parceria com outros consumidores do seu prédio para juntos, adquirirem um sistema de geração de energia solar fotovoltaica, c O kit é instalado em área comum do condomínio. Com isso, os créditos gerados são divididos e usados para abater a energia consumida em cada apartamento.

Geração compartilhada

A geração compartilhada ocorre quando dois ou mais consumidores da mesma área de concessão da distribuidora se unem para a criação de um consórcio ou cooperativa.

O objetivo é a instalação de um micro ou minigerador para compartilhar os créditos gerados. A modalidade permite a união de pessoas físicas (CPF) ou jurídicas (CNPJ) e o percentual, tanto da energia gerada, quanto da que for compensada deve ser definido previamente.

Exemplo:

Você se alia com um ou mais consumidores e investe em um sistema, que será instalado em um local dentro da área de concessão da distribuidora. Os créditos gerados serão compartilhados no percentual pré-estabelecido, visando abater o consumo local de cada integrante do grupo.

Geração de Auto Consumo Remoto

Essa modalidade permite que você invista no sistema e utilize os créditos gerados para abater do seu consumo. Mas, para isso é preciso que você more em uma casa ou apartamento e tenha outro espaço para a instalação do sistema de energia solar.

Esse local deve ser da mesma propriedade do consumidor e ambos devem estar localizados na área de concessão da mesma distribuidora.

A modalidade atende, ainda, consumidores que moram em imóveis alugados e que possuem um terreno com espaço disponível e também proprietários que mesmo tendo espaço onde moram contam com outro local com maior irradiação e melhores condições técnicas para geração solar.

Exemplo:

Instalação do sistema em uma fazenda e compensação dos créditos na residência em área urbana ou instalação do micro ou minigerador na sede da empresa e utilização dos créditos nas filiais.

Você se encaixa em alguma dessas modalidades? Entre em contato com a SolarOn e faça um orçamento.

Leave a Reply