fbpx

Produção de energia solar cresce 36% em um ano

Brasileiros usam painéis solares para transformar a luz do sol em eletricidade compartilhada em rede

Aproveitar a luz do sol para gerar energia é uma atitude sustentável que está ficando cada vez mais popular entre os brasileiros. Tanto que a produção de energia solar cresceu 36% entre maio de 2017 e o mesmo mês de 2018, chegando à marca de 250 megawatts. – os dados são da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica.

Segundo a associação, os painéis fotovoltaicos, que convertem a luz do sol em energia, são as fontes mais usadas para a microgeração e a minigeração distribuída (energia compartilhada com a rede distribuidora de eletricidade e compensada com descontos na conta de energia).

Hoje, os painéis solares representam 9,3% das instalações para produção de energia solar no país, e mais de 27 mil sistemas solares fotovoltaicos estão conectados a redes de energia. A maioria absoluta deles (77%) vem dos consumidores residenciais – em segundo lugar vêm as empresas de comércio e serviços, com 16%.

As empresas de comércio e serviços, no entanto, lideram o ranking de potência instalada (capacidade de produção de energia de seus sistemas). Eles são responsáveis por 43% da potência instalada em todo o país, enquanto os consumidores residenciais ficam em segundo, com 39%. Os estados com maiores potências instaladas são Minas Gerais (23% do país), Rio Grande do Sul (14%), São Paulo (13%), Ceará (6%) e Santa Catarina (6%).

A redução do preço da energia solar fotovoltaica nas últimas décadas é o que tem impulsionado o crescimento da microgeração e da minigeração distribuída, afirma o presidente-executivo da Absolar, Rodrigo Sauaia. Para ele, o aumento do preço das tarifas de energia elétrica e a preocupação com o meio ambiente também são fatores que influenciam a expansão dessa produção de energia renovável.

O sol, porém, ainda não é uma fonte importante na matriz energética brasileira. Em fevereiro, a energia solar ficou com uma participação de 0,3% na produção de energia elétrica no país. Mas, aos poucos, essa opção vem ganhando destaque nos leilões de contratação de energia para empreendimentos que ainda estão em construção.

fonte: https://www.vivaalongevidade.com.br/forum-da-longevidade/producao-de-energia-solar-cresce-36-em-um-ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *